Desejo, estereótipos e fetiche racial

22405690_2160146267344084_6543785220921224045_n

Para começarmos a pensar e aprofundar um debate em torno do fetiche racial, é-nos necessário entender, primeiramente, como os desejos da branquitude se articulam na pós-modernidade a partir da sua crise identitária que levou pessoas brancas a olhar para o Outro de uma maneira diferente da de seus ancestrais. Será preciso também recuperarmos um debate sobre as práticas representacionais de estereotipagem, que criam um imaginário sobre a pessoa racializada, reduzindo-a, consequentemente, à sua raça. E, por fim, adentrar, de fato, nas dinâmicas de fetiche racial. Continuar lendo

Anúncios